Covid: diferença entre pulmão de imunizados e não vacinados

Uma imagem que está circulando na Internet viralizou ao fazer uma comparação de dois raios-X de pacientes infectados pela covid-19. A diferença, no entanto, é que um dos pacientes recebeu a dose da vacina e o outro não.

A imagem retrata os efeitos do vírus nos pulmões dos pacientes não vacinados, que são mais graves. Para entender melhor quais são as diferenças e a importância da vacinação, continue lendo este conteúdo!

Raio X do pulmão

Uma comparação de dois exames de raio x que está circulando na Internet chama a atenção por um simples fator. Ambos pacientes foram contaminados, mas no raio X do pulmão do paciente que não foi vacinado, é possível notar um grande impacto do vírus em seus órgãos internos, em comparação com o paciente imunizado.

Já no exame do paciente que tomou a vacina, nota-se que há uma presença maior de ar fluindo em seus pulmões. Além de áreas mais escuras, que indica maior presença de ar e bom funcionamento dos pulmões, por mais que esteja infectado. Isto é, há muito pouco ou nenhum dano aos pulmões.

Por outro lado, a imagem do exame de raio X do paciente não vacinado, mostra áreas mais claras, indicando bloqueios no órgão e o fluxo de oxigênio mais limitado. Ou seja, os pulmões estão mais comprometidos, com um fluxo de oxigênio limitado em todo o corpo.

Segundo alguns dados do CDC dos EUA, o risco de morrer de Covid-19 é 11 vezes maior entre os adultos que não tomaram a vacina, em comparação com aqueles imunizados.

Diferença entre pacientes imunizados e os não vacinados que pegaram Covid-19

As pessoas vacinadas que foram contaminadas por Covid-19, normalmente não requerem os cuidados intensivos ou precisam dar entrada na UTI. A menos que já tenham alguma doença pré-existente ou sejam imunocomprometidos.

Ao passo que, em uma pessoa que não foi vacinada, a carga da doença ou da infecção torna-se bem mais expressiva. De acordo com os próprios médicos, essas são as pessoas que, de fato, mais ficam doentes.

Isso porque, na maioria das vezes, elas precisam de ventilação e oxigênio, principalmente em alguns desses raios X que, realmente, são alarmantes. Segundo especialistas, os exames das imagens que estão circulando na web indicam o quão eficientes são os fármacos administrados.

Se uma imagem vale mais do que mil palavras, então essas imagens acabam sendo mais convincentes do que as estatísticas sobre os danos do coronavírus. Afinal, é só olhar esses exames para notar que os sintomas de uma pessoa vacinada são bem mais leves em comparação com aqueles que não foram imunizados ainda.

Nesse caso, pacientes que não receberam nenhuma dose das vacinas possuem maiores chances de sofrer com falta de ar total, sendo necessário ser entubados. Ou seja, estão mais propensos a irem para a UTI e sofrerem com as sequelas pós-COVID, como o acometimento pulmonar.

Os médicos têm a esperança de que essas imagens possam mudar a opinião das pessoas que ainda não estão vacinadas. Segundo o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, aqui no Brasil a grande maioria das internações por Covid-19 ocorre entre as pessoas que não tomaram as doses de vacina contra a doença.

O médico ainda ressalta que essas imagens são importantes para conscientizar mais as pessoas sobre a vacinação, conforme o vírus continua se espalhando pelo país.

Importância da vacina

Um dos maiores motivos para tomar a vacina contra a Covid-19 é que, se ocorrer da pessoa se infectar, seu quadro clínico não irá se agravar e não irá precisar passar por um tratamento mais intenso.

Como prova da eficiência do fármaco, um radiologista da Escola de Medicina da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, divulgou as duas imagens do exame de raio X do tórax.

As imagens revelam enormes diferenças nos pulmões do paciente que foi imunizado entre o que ainda não foi. Conforme apontam os próprios especialistas, as vacinas são cruciais para prevenir que a doença se agrave e leve o paciente à morte.

É importante lembrar, no entanto, que mesmo alguns pacientes que tomaram as duas doses da vacina, podem ir para o hospital. A diferença é que os pulmões desses pacientes estavam em um nível muito baixo de congestionamento, ao contrário daqueles sem qualquer tipo de proteção.

Pacientes que pegaram Covid, mas tomaram vacina, têm sintomas mais leves

Sendo assim, a vacina está sendo um sucesso e impede que o vírus evolua para uma pneumonia ou se infiltre nos pulmões. Pois, mesmo que você tome uma dose da vacina e depois se infecte e adoeça, eventualmente seu organismo irá reconhecer e sacar o vírus.

Ou seja, você não ficará hospitalizado tampouco irá precisar de um respirador. Tomar a vacina é um dos meios mais eficientes para frear essa contaminação e evitar que outras variantes do vírus surjam.

Somente a imunização em massa poderá proteger todas as pessoas e diminuir os riscos delas se contaminarem. Em outras palavras, é vital que todos os cidadãos se vacinem, pois as vacinas contra o novo coronavírus são 100% seguras.

Todas elas foram licenciadas e rigorosamente testadas. E também vale lembrar que o acesso às doses é gratuito, com distribuição pelo Sistema Único de Saúde – SUS. Para diminuir o número de pessoas contaminadas e internadas, bem como para evitar os casos graves que podem levar ao óbito, o ideal é tomar as duas doses da vacina.

E lembre-se: escolher a imunização completa contra o Coronavírus significa proteger não apenas a si mesmo, como também àqueles que você ama e toda a sociedade.

Conclusão

Como você pôde ver neste conteúdo, uma pessoa que tomou a vacina tem menos chances de sofrer com os sintomas e sequelas que a Covid-19 tende a deixar em uma pessoa que não foi imunizada.

Além de vacinar-se, as medidas de proteção e higiene ainda são cruciais, bem como o distanciamento social. E você, caso este conteúdo tenha sido útil, não esqueça de compartilhar com os amigos e de conferir outros posts em nosso blog!

Preto Café Editoria

Portal com as melhores notícias e conteúdos diários escolhidos especialmente para você. Aqui no Preto Café só fica mal informado quem quer. Seja bem vindo e desfrute do melhor portal de conteúdo da internet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo