As clássicas receitas que levam vinho

Hoje em dia, cada vez mais os ingredientes estão se tornando mais versáteis, se tornando parte de algumas receitas até então incomum.

Um grande exemplo disso é o vinho que, apesar de ser uma bebida, pode muito bem acompanhar outras receitas sendo um ingrediente principal ou apenas para dar um toque especial.

Ademais, para deixar tudo ainda mais perfeito, uma ótima escolha é pegar uma taça de vinho tinto cristal e saborear junto com a receita. Vai deixar tudo ainda mais gostoso.

No entanto, antes de falarmos sobre as receitas, o ideal é que você opte por um vinho que tenha qualidade e que lhe agrade.

Dizemos isso porque o álcool sempre deve evaporar, e o que vai sobrar serão apenas as propriedades da bebida.

Dessa forma, é até possível aproveitar para harmonizar o prato com o próprio vinho que utilizou para o preparo da receita. Sendo assim, acaba evitando desperdícios.

Outra dica ao cozinhar com vinho é sempre deixar a bebida cozinhar o tempo necessário, além de seguir a receita de forma rigorosa.

Portanto, tenha paciente, mesmo porque o álcool pode demorar um pouco para evaporar e, por consequência, deve-se esperar até que o alimento receba todos os sabores e aroma do vinho.

Não deixe de sempre optar pela panela correta ao fazer esse tipo de receita. O ideal é evitar utensílios de ferro, cobre e alumínio.

Dizemos isso porque os metais nesses instrumentos podem reagir com o vinho e deixar o prato mais ácido. Então, sempre escolha panelas inox para evitar a alteração no sabor. Dito isso, confira abaixo as melhores receitas que levam vinho.

1. Frango ao vinho tinto

Trata-se de um clássico francês, chamado “coq au vin”, o qual surgiu na região da cidade Clermont-Ferrand.

De acordo com a história, o prato surgiu na rendição do exército de Júlio César, o qual foi presenteado com um galo-de-briga.

Esse fato teve como resultado um jantar, onde o cardápio foi o próprio galo cozido no vinho. Falando de modo tradicional, o prato deve ser feito com galos reprodutores abatidos velhos.

Por conta desse fato, o vinho servia para amaciar a carne do animal, que costumava ser mais dura. No entanto, hoje em dia a receita é feita com frango ou galinha, além do vinho da Borgonha.

2. Cupim no forno com vinho tinto e cominho

Trata-se de uma receita feita em duas partes. Primeiro, deve-se fazer o cozimento da carne na panela de pressão, junto com a bebida e demais temperos.

Em seguida, é preciso assar com pedaços de batata por cerca de meia hora, mais ou menos. Como resultado, você vai ter uma carne muito saborosa e macia.

3. Lagarto na panela de pressão com vinho tinto

Por meio dessa receita, a carne sequer precisa ficar muito tempo no tempero, mas, apesar disso, o lagarto fica bem macio.

O grande segredo, no entanto, é espalhar molho por baixa e por cima, a fim de que a carne se torne mais saborosa. Como acompanhamento, além do vinho, a polenta combina bem.

4. Arroz de polvo ao vinho branco

Trata-se de uma receita mais simples, mas é muito rica em sabor e merece ser servida em um momento especial.

A única grande dificuldade é que o polvo é um ingrediente que requer certo cuidado, a fim de que ele não fique com a textura borrachuda.

Então, para evitar esse problemão, a dica é se manter atento em relação ao tempo de cozimento. Respeito sempre o tempo de preparo.

5. Panna cotta com calda de vinho

E quem disse que vinho não fica bom com doces? A panna cotta é uma sobremesa de origem italiana, a qual provém do Piemonte.

É bem delicada, a qual se deve utilizar gelatina, creme de leite e aromatizada com baunilha, coberta com frutas ou caldas. Deve-se servir gelada.

6. Estrogonofe de carne com vinho tinto

Muitos não sabem, mas o estrogonofe é um prato originário da Rússia, mas que caiu no gosto popular de todas as pessoas ao redor do mundo.

No entanto, cada região tem a sua própria adaptação, com ingredientes típicos. Mas, ao acrescentar o vinho, ele acaba ajudando a formar o molho, deixando-o muito mais complexo em sabor.

7. Filé mignon com molho de cogumelos ao vinho tinto

Outra receita que leva vinho mas que é bem simples e saborosa. A grande dica é apenas ter cuidado com o ponto do filé.

Ele deve ficar com o seu interior todo rosado, a fim de não perder toda a sua suculência. Ele lembra bastante o gosto de um churrasco.

Preto Café Editoria

Portal com as melhores notícias e conteúdos diários escolhidos especialmente para você. Aqui no Preto Café só fica mal informado quem quer. Seja bem vindo e desfrute do melhor portal de conteúdo da internet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

um + 3 =

Voltar ao topo